Como escolher um Serralheiro?

Olá a todos, e bem vindos ao site Metall. Este é um tema muito polêmico e difícil para qualquer pessoa se decidir em quem contratar para realizar um serviço. Na verdade, um serviço é consumido aos poucos enquanto um produto é consumido de uma só vez. Além disso, não temos total noção de como sairá o serviço a ser realizado. No serviço de serralheria também é da mesma maneira, o cliente pode tocar, escolher e sentir o material que está levando, porém, não saberá se ficará satisfeito com o serviço do serralheiro. Portanto, é importante observar certos pontos fundamentais antes de contratar o serralheiro e do local de compra do material.

Primeiro, procure serralheiros que já tenham feito serviços que você tenha visto e para pessoas que conhece. É importante não contratar um profissional em que não possa ter a chance de ver seu trabalho. No site da Metall ou nos nossos pontos de venda poderá encontrar alguns trabalhos de serralheiros e parceiros no ramo da metalurgia.

Segundo, procure um profissional que tenha sua serralheria próxima do local da obra. Muitas das vezes fica difícil, mas é importante que o cliente vá acompanhando o desenvolvimento do serviço. É completamente normal o material ir para a serralheria para ser trabalhado e depois ser levado para a obra e instalado. Lembre-se que se o serralheiro trabalha direto na obra significa gasto para cliente e para serralheiro encarecendo o serviço. Deixe claro todas as tarefas a serem realizadas e o prazo final para termino do serviço.

Terceiro, o serralheiro lhe dará duas opções: cobrar apenas o serviço ou cobrar o serviço e ser responsável pela compra do material. O melhor a fazer é tentar fechar o serviço usando a segunda opção (serviço e material por conta do serralheiro), pois muita das vezes o cliente não tem noção do material ou de como será empregado na obra. Caso o cliente opte pela primeira opção (comprar o material e contratar o serviço) peça sempre uma lista de material para o serralheiro e peça que explique onde cada peça será usada. O ideal é conseguir no mínimo 3 orçamentos de serralheiros diferentes, atenção, desconfie de orçamentos muito baratos. Os bons profissionais cobram em média 70% do valor do material comprado nas lojas. Algo muito abaixo disso, pode ser um problema.

Quarto, sempre que possível deixe para pagar os consumíveis embutidos no valor do serviço. O consumível no caso considere apenas eletrodos, discos de corte e desbaste. São materiais que são utilizados para cortar e soldar às peças produzidas e muita das vezes a quantidade pedida pelo profissional pode ser exagerada. Portanto, peça que o serralheiro inclua no orçamento do serviço os consumíveis.

Quinto, exija sempre nota fiscal do produto comprado. A Metall oferece uma grande variedade de produtos metalúrgicos e vendedores treinados para oferecer a melhor solução em metalurgia para sua obra. Todos os produtos da Metall saem da loja acompanhada de Nota fiscal. Não deixe que o material comprado seja emitido no nome do serralheiro ou de terceiros. A Nota com o nome do cliente é uma prova que o material depois da compra é do cliente.

Sexto, nunca pague a vista o serviço de serralheria. Combine um valor de entrada e parcele de acordo com o andamento do serviço na obra.

Sétimo, confira todo o serviço ao ser entregue pessoalmente junto ao serralheiro. Não deixe para terceiros realizar essa tarefa. Lembre-se que é a etapa  mais importante pois pode ser visto últimos erros e detalhes de acabamentos.

Finalmente, a Metall agradece a todos seus clientes por comprar seu material conosco. Destacamos que queremos sempre ver uma boa relação cliente e serralheiro. Temos casos bem sucedidos dessa boa relação e esperamos que com dialogo possamos construir mais desses laços.

 

 

Arquiteto Matheus Resende Caixeta

Diretor Comercial Metall Comercial de aço

Deixe seu comentário